segunda-feira, 12 de janeiro de 2009

Dente de criança


Toda criança passa por uma fase do crescimento facial que chamamos de fase do patinho feio, isso porque todos sempre ficam dentuças, com os dentes da frente superiores muito grandes com relação ao rosto.
Mas estes dentes "estranhos" fazem parte do desenvolvimento normal. Os dentes são aparentemente grande em proporção ao rosto pois estes são os dentes definitivos que o acompanharão por toda a vida e já erupcionam no tamanho "adulto". Além disso os incisivos centrais superiores (dentes da frente) nascem mais projetados para frente (dentuço) e com espaçamento maior do que o habitual entre eles. Isto acontece para permitir que os próximos dentes trocados tenham espaço suficiente na arcada. Num desenvolvimento considerado normal, quando os caninos erupcionam, eles naturalmente corrigem estas "alterações" empurrando os 4 dentes centrais para a posição adequada.
Pensando neste desenvolvimento normal, é comum que os ortodontistas só aconselhem o uso de aparelhos após a erupção dos caninos definitivos, o que se dá em torno dos 11 anos de idade.
Porém, é importante que o odontopediatra acompanhe o desenvolvimento das trocas dentárias para diagnóstico precoce de maloclusões (desvios na mordida e alterações de arcada) minimizando as consequências e favorecendo um tratamento mais rápido, eficaz e definitivo.
Também é importante estar atento às possíveis alterações funcionais que levem à alterações de mordida e do desenvolvimento crânio-facial como respiração bucal, deglutição adaptada, hábitos viciosos orais (chupeta, mamadeira, chupar dedos) para que estas possam ser "corrigidas" permitindo o sucesso do tratamento ortodôntico.

Visite o dentista regularmente!

2 comentários:

Anônimo disse...

Achei o blog mto bacana!!! Parabens.
Tb sou fono, atuo em SP. Dificil encontrar coisas na internet bem feitas em nossa área.
Legal mesmo!
Malka B. Toledano

Kids in Rio disse...

Obrigada Malka!
Fico muito feliz que tenha gostado!
Fique à vontade para escrever, dar dicas e até notícias e informativos.
Um abraço,
Cynthia Jacques